Sessenta milhões de pessoas por dia

Esse será o alcance da CNN Brasil, que terá conteúdo na TV e nas diversas plataformas digitais, com vídeos, textos e áudios

Fachada da CNN Brasil, na Av. Paulista

Após meses de expectativa, a CNN Brasil definiu sua data de estreia: 15 de março, no canal 577 das maiores operadoras de TV por assinatura do País, entre elas Claro, Sky, Oi e Vivo Fibra. No dia 9 de março, o canal promove um grandioso evento de lançamento, na Oca, no Parque Ibirapuera, SP, onde receberá autoridades, mercado publicitário, imprensa e funcionários, para apresentar os detalhes do ousado projeto.

Infraestrutura de Primeiro Mundo
A CNN Brasil escolheu a Avenida Paulista, no coração de São Paulo, para construir a moderna sede, com aproximadamente quatro mil metros quadrados. No edifício, a poucos metros do Museu de Arte de São Paulo (Masp), há meses um batalhão de operários vem trabalhando na estruturação dos estúdios, cenários, parque tecnológico, central técnica e switchers – salas de controle das quais os profissionais irão comandar os bastidores dos telejornais. Na fachada, foi instalado um telão de led para o público acompanhar a programação da emissora ao vivo. O canal também terá estúdios e redações no Rio de Janeiro, Brasília e correspondentes internacionais em Washington, Nova York, Londres e Buenos Aires.

Parceria de sucesso
Os serviços da CNN estão disponíveis para mais de dois bilhões de pessoas no mundo. Somente a CNN Internacional atinge 384 milhões de residências nos quatro cantos do planeta. Foi em janeiro de 2019 que o mercado recebeu com surpresa a notícia da chegada do canal ao Brasil, após longa negociação. À frente da formatação do negócio, estava o empresário mineiro Rubens Menin Teixeira de Souza, presidente do conselho da construtora MRV Engenharia e fundador do Banco Inter. Segundo a revista Forbes, o patrimônio líquido de Menin ultrapassa 1,3 bilhão de dólares. À VEJA, afirmou que “A vinda do canal é, antes de tudo, sua contribuição com a educação e a valorização do Brasil e do brasileiro. Vamos melhorar a imagem do Brasil”.

Para colocar em prática o plano de obter o licenciamento da marca CNN a fim de criar a CNN Brasil, Douglas Tavolaro deixou a direção de jornalismo da Record TV para abraçar o desafio mais ambicioso de sua carreira. Na emissora, além de sócio de Menin, Tavolaro assumiu a presidência do canal e passou a fazer parte do conselho editorial, formado por oito membros, cujos currículos foram apreciados e avalizados pela CNN Internacional (CNNI). Por motivo de sigilo de contrato, os executivos da CNN Brasil não comentam informações sobre plano de negócios e/ou investimentos.

Douglas Tavolaro, CEO da CNN Brasil

Transição do público
Mesmo com a explosão da Internet, a televisão continua sendo o veículo de comunicação mais prestigiado pelos brasileiros, de acordo com a Pesquisa Brasileira de Mídia (PBM) 2016, desenvolvida pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. Praticamente, nove de cada dez entrevistados fizeram menção em primeiro ou segundo lugar à TV como o veículo preferido para obter informações. O consumo médio diário da televisão nos dias de semana indicado foi de três horas e 21 minutos. Aos fins de semana, o tempo médio de consumo do veículo foi de três horas e 39 minutos.

Embora na liderança, a televisão convencional passa por um momento desafiador no País, com queda nas receitas publicitárias, faturamento e lucro. Na TV Globo, por exemplo, em 2018, a emissora divulgou resultado operacional líquido de R$ 530 milhões negativos. A CNN Brasil chega ao País em um momento ainda mais delicado para a TV via cabo. Somente em 2019, de acordo com relatório publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o setor perdeu mais de 1,7 milhão de assinantes. Hoje, há cerca de 15,7 milhões de assinantes de TV via cabo no País.

O principal motivo para a debandada do público são os serviços de streaming, a exemplo da Amazon Prime, HBO e Netflix. Atualmente, as assinaturas de serviços de streaming já ultrapassaram as de TV via cabo em todo o planeta. Somente na América Latina, a Netflix superou os 30 milhões de assinantes.

Estúdio CNN Brasil

Canal nasce multiplataforma
Atenta a essa questão, a CNN Brasil tem investido pesado para abocanhar uma fatia do crescente público do streaming por meio do CNN Brasil GO, aplicativo que irá disponibilizar a programação online do canal, que já nasce multiplataforma. Na prática, o público poderá acompanhar o conteúdo produzido pelo canal diretamente do aparelho de sua preferência.

Além do canal de TV e site, será possível consumir notícias pelo smartphone, tablet e computador. De olho no crescimento do consumo de podcasts no Brasil, que só em 2019 aumentou 67%, de acordo com levantamento feito pela plataforma Deezer, o canal já confirmou que o podcast terá lugar garantido em sua programação. Vale ressaltar que, mesmo antes de estrear, a CNN Brasil já acumula mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais. Uma recepção e tanto, que deve agitar ainda mais o setor da comunicação no País.

Equipe CNN Brasil

DISPUTA POR PROFISSIONAIS
Após anunciar a chegada do canal ao País, os executivos da CNN Brasil foram a campo para contratar profissionais de mídia, entre os de outras áreas. Os dois primeiros âncoras anunciados fizeram com que a emissora fosse notícia de Norte a Sul do Brasil: Evaristo Costa e William Waack. Na sequência, a emissora causou um desfalque na TV Globo ao contratar o casal de jornalistas Mari Palma e Phelipe Siani. Em julho de 2019, foi a vez da premiada Luciana Barreto, que teve passagem pelos grupos Globo, Bandeirantes e TV Brasil, ser anunciada no time. Em setembro, outro nome de peso deixou a TV Globo para se juntar à CNN Brasil, a consagrada jornalista Monalisa Perrone. Poucos dias depois, foi a Record TV que perdeu um de seus principais nomes, o jornalista e apresentador Reinaldo Gottino – que, aliás, reside com a família em Alphaville. Outro morador da região a integrar o elenco foi o locutor Antônio Viviani, que estará à frente das peças publicitárias e institucionais. O número exato de jornalistas contratados não foi oficialmente revelado, no entanto, o mercado especula que estava no radar da CNN Brasil empregar ao menos 400 profissionais, dos mais de 35 mil currículos recebidos.

Afinal de contas, o que significa CNN?
Essas três letras compõem a sigla para Cable News Network ou, em português, Rede de Notícias via Cabo. A escolha foi parte de uma estratégia do fundador do canal, Ted Turner, para alavancar sua emissora nas televisões americanas, nos anos 1980. A CNN foi o primeiro canal de televisão a fornecer cobertura jornalística 24h e, hoje, está sob propriedade da WarnerMedia, subsidiária da AT&T, maior empresa de telecomunicações do mundo.

Programação já confirmada
CNN Séries Originais
Evaristo Costa tem gravado o CNN Séries Originais direto de Londres, Reino Unido. Parte das captações foi feita no Palácio de Buckingham, onde vive a Rainha Elizabeth II. O programa será exibido todos os domingos, no horário nobre, e reúne sempre três documentários inéditos, com conteúdos nacionais e internacionais.

Agora CNN
Será o primeiro telejornal das manhãs, sob comando de Tais Lopes, que contará com entradas ao vivo de Brasília e do Rio, e de repórteres pelas capitais. A pauta do Agora CNN seguirá o modelo de todos os outros jornais da CNN: integração com as ferramentas de inteligência digital. Ou seja, a internet alimenta a TV e a TV alimenta a internet. E o conteúdo vai para todas as telas.

Live CNN Brasil
Sob o comando de Mari Palma e de Phelipe Siani, o telejornal vai ser exibido pela manhã, de segunda a sexta. E o conteúdo será distribuído nas muitas plataformas digitais e redes sociais! Toda a versatilidade do casal vai possibilitar também outras coberturas, como universo digital, tendências, comportamento, tecnologia e cultura pop.

Visão CNN
Comandado por Luciana Barreto e Cassius Zeilmann no início da tarde na CNN Brasil, o programa será exibido em horário estratégico para a cobertura dos principais fatos de Brasília, e também para a cobertura internacional. Por isso, os âncoras estarão ao vivo com comentaristas e repórteres, além dos correspondentes em Nova York, Washington, Londres e Buenos Aires. O telejornal trará análise, mas também buscará antecipar as tendências para a sequência do dia.

CNN 360º 
Com Reinaldo Gottino e Carol Nogueira, o telejornal vespertino terá cobertura ao vivo dos principais fatos políticos, econômicos e internacionais. Os âncoras estarão acompanhados de comentaristas especializados, como Lourival Sant’Anna (internacional) e Raquel Landim (economia), além das entradas ao vivo do escritório de Brasília, com as informações políticas de Daniel Adjuto e Renata Agostini. O nome do programa é inspirado no Anderson Cooper 360, exibido no horário nobre da CNN americana e ancorado por um dos jornalistas mais conhecidos do mundo.

Expresso CNN Monalisa Perrone e Daniela Lima estarão à frente do jornalístico exibido em horário nobre. O programa trará atualização e análise aprofundada dos principais fatos do dia, unindo a experiência de Monalisa em coberturas ao vivo com a especialidade de Daniela Lima em jornalismo político. O nome do telejornal é a versão em português do The Express, programa da CNN Internacional apresentado há anos pelo jornalista Richard Quest direto da Bolsa de NY.

Jornal da CNN
Exibido no horário nobre, terá forte presença de coberturas políticas, econômicas e internacionais. No comando estará o jornalista William Waack, uma das maiores referências do jornalismo nacional atualmente, que trará sua credibilidade e capacidade analítica para a concorrida faixa noturna.

*Fotos: divulgação/CNN

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )