Quem tem medo de 2020?

Vão ter medo de 2020 aquelas pessoas que ainda não entenderam que o mundo mudou, que o Brasil mudou, que o mercado mudou, que as pessoas mudaram e, portanto, o cliente mudou.

Vão ter medo as que ainda acreditam que seja possível voltar ao passado e insistirem em continuar dirigindo sua empresa e sua vida olhando pelo retrovisor.

Vão ter medo aquelas que não compreenderam que hoje é um novo tempo e que as palavras agora são ética, compliance, honestidade, verdade, lealdade, qualidade e valores elevados.

Terá medo quem pretender ganhar vantagens ilícitas por meio da corrupção ou ainda quem desejar obter privilégios por sua posição ou cargo público.

Terão medo os indivíduos que vivem dos favores das autoridades e de políticos e que acreditam que o trabalho decente é para os bobos e pouco espertos.

Vão ter medo os que não acreditarem que as vantagens comparativas do Brasil são sólidas e robustas quando comparadas com as de nossos maiores competidores mundiais na atração de investimentos.

Vão ter medo as pessoas que não se renovarem, não estudarem, não se aperfeiçoarem e que pensarem ser possível continuar enganando, mentindo, subornando.

Terão medo aquelas que não acreditarem na força das redes sociais e que ainda pensam poder enganar as pessoas, seus clientes, e que não entenderam que o povo acordou.

Enfim, vão ter medo aquelas pessoas que continuarem a torcer contra o Brasil e que não entenderem que o tempo das ideologias baratas, dos discursos vazios, das promessas vãs, das notícias falsas, da enganação e do favorecimento aos incompetentes está com seus dias contados.

Essas terão medo e continuarão chorando e vivendo da nostalgia de um passado que se foi.

Nós, brasileiros, gostamos de nos comparar à Europa, aos Estados Unidos e ao Japão.

Os investidores internacionais, entretanto, nos equiparam com a Indonésia, Tailândia, Filipinas, Vietnam, Índia, Paquistão, Malásia, Argentina, México, Turquia, países africanos, do Sudeste Asiático e Oriente Médio.

E as vantagens comparativas do Brasil são enormes ante esses nossos maiores competidores, é o que nos afirmam os investidores internacionais.

O povo não quer mais se decepcionar. Vamos posicionar o Brasil acima das corporações, dos interesses pessoais e colocar Deus acima de todas as decisões a ser tomadas.

Não tenha medo de 2020! Acredite e pise fundo!

Pense nisso! Sucesso!

DICA DO MÊS
A rapidez da mudança e o ciclo de vida curto dos produtos geram uma instabilidade que hoje tem de ser compreendida como parte integrante do cotidiano. Não podemos esperar estabilidade para agir, pois a única certeza estável é a de que tudo mudará. Assim, temos de aprender a viver a instabilidade. É preciso compreender que hoje não é o maior que vencerá o menor, e sim, o mais ágil vencerá o mais lento.

Título: Só Não Erra Quem Não Faz: e outros temas ilustrados para fazer pensar
Autor: Luiz Marins
Editora: Integrare
Preço: R$ 32,43

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )