Profissões do futuro no centro das atenções do Fórum Econômico Mundial de Davos 2020

A tecnologia está transformando radicalmente o universo do trabalho. Nos próximos cinco anos, mais da metade de todas as tarefas no local de trabalho serão executadas por máquinas. Muitos empregos, como os conhecemos, deixarão de existir. Mas, apesar dos rápidos avanços da Inteligência Artificial, os robôs nunca serão capazes de fazer tudo o que os humanos fazem. Durante a realização do 50º encontro anual do Fórum Econômico Mundial, realizado em janeiro deste ano na cidade de Davos, na Suíça, líderes do mundo inteiro se reuniram para debater pautas globais envolvendo temas como economia, meio ambiente, sustentabilidade, tecnologia, inovação e profissões do futuro.

Produzido pelo Fórum Econômico Mundial, em parceria com cientistas de dados das empresas LinkedIn, Coursera Inc. e Burning Glass Technologies, o relatório “Empregos do amanhã: mapeando oportunidades na nova economia”, divulgado no último dia 22 de janeiro, demonstra que o mundo está enfrentando uma emergência de requalificação de sua mão de obra. O relatório mostra que os fatores “digitais” e “humanos” estão impulsionando o crescimento nas profissões do futuro.

Mais de um bilhão de empregos, cerca de um terço de todos os trabalhos em todo o mundo, provavelmente serão afetados pela tecnologia na próxima década, de acordo com estimativas da Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A análise também aponta para o fato de que o ritmo de crescimento de empregos virá de sete grupos profissionais emergentes, e de 96 empregos de crescimento mais rápido dentro deles. Isso reflete que os fatores “digitais” e “humanos” estão impulsionando o crescimento nas profissões de amanhã. A adoção de novas tecnologias está gerando maior demanda por empregos na saúde, engenharia e computação em nuvem, marketing, vendas e conteúdo, dados e Inteligência Artificial (IA), economia verde, pessoas e cultura e desenvolvimento de produtos. Se as atuais tendências de crescimento se mantiverem, essas novas profissões deverão criar 1,7 milhão de novos empregos ainda em 2020, ou mais de seis milhões até 2022, em todo o mundo.

Os novos empregos serão criados para atender às demandas da Quarta Revolução Industrial, que se caracteriza por um conjunto de tecnologias que permitem a fusão do mundo físico, digital e biológico.

Mudança é o único estado permanente

“Ao longo de todo o século XX, muitos de nós, de nossos pais e avós, foram ensinados a procurar estabilidade arrumando emprego em uma ‘boa empresa’. Essa rotina foi vista como dinâmica de sucesso década após década pelos últimos 200 anos, pelo menos. Tínhamos segurança, ficaríamos nessa ‘boa empresa’ por uns 35 anos, até nos aposentar. Quanta sorte! Tenho uma má notícia: essa realidade está acabando. Em alguns setores, já foi extinta quase por completo”, é o que afirma o publicitário, administrador de empresas e palestrante Walter Longo, em sua mais recente obra O Fim da Idade Média e o Início da Idade Mídia (Alta Books Editora). Morador de Alphaville, o ex-CEO do Grupo Abril, que já esteve na capa de Viva S/A, foi eleito uma das dez personalidades mais influentes no LinkedIn, rede social de negócios, em que é acompanhado por mais de 600 mil seguidores. “Estamos entrando na era da Idade Mídia. Daqui por diante, cada um de nós será um agente de mídia, formador de opinião e gerador de conhecimento compartilhado. Cada dia mais, os indivíduos influenciarão a sociedade por suas visões e seus posicionamentos únicos e particulares. E isso muda tudo no mundo que conhecíamos até agora”, destaca Longo. O livro de Longo é um convite à reflexão sobre a importância de sair, imediatamente, da sua zona do conforto. A hora de criar o seu futuro profisional é agora! A reportagem listou seis importantes insights presentes na obra, já disponível nas principais livrarias e e-commerces do País.

Esteja preparado
“Nesta nova Era, os profissionais devem tomar uma atitude de investimento na carreira, e não mais esperar passivamente por subsídios de seus empregadores para alavancar seus planos profissionais. Eles são autogestores de suas vidas profissionais, e, para obter eficiência nessa condição, é preciso se capacitar continuamente, aprofundar seu conhecimento sobre temas específicos de sua profissão, assim como ampliar seu saber sobre assuntos diversos. Essa postura é fundamental. Na nova relação trabalhista, as pessoas têm de ter clareza sobre suas potencialidades e sobre qual é a melhor maneira de ofertar sua prestação de serviço ao mercado”.

Surge uma nova Era
“Precisamos nos ressignificar, transformar a maneira de pensar nossas atividades profissionais: encontrar nosso sentido existencial e estendê-lo às nossas atividades profissionais. Somos agentes das mudanças; a tecnologia, por sua vez, é um facilitador desse movimento. Somos todos prestadores de serviço, oferecendo nossa capacidade profissional a outros prestadores de serviço”.

Novos tempos
“Na Idade Média, as pessoas se sentiam importantes por ocupar determinados cargos nas empresas. Era uma via de mão única. Mas, na Idade Mídia, o trânsito dessa via começou a mudar de direção. Podemos fazer parte de uma corporação prestigiada e bem reconhecida, mas, para as empresas, é cada vez mais interessante falar para o mundo que você presta serviço para ela”.

CV em segundo plano
“Na Idade Mídia, as avaliações contratuais deixam de ser segmentadas, focadas apenas na lista de instituições educacionais cursadas ou na quantidade de certificados obtidos. Os candidatos serão avaliados por sua história de vida. Entram em cena habilidades emocionais, experiências vividas, interesses diversos às atividades-fim dos empregos em questão. O trabalho demanda novas habilidades de interação, assim como todos os demais aspectos de nossa vida nesta nova Era”.

Caminho sem volta
“Novos empregos serão criados com maior intensidade. Isso vai movimentar o mercado de trabalho, mas não só. O setor educacional, por exemplo, tem de ter uma nova abordagem para a formação dessa futura mão de obra. De acordo com organismos internacionais de acompanhamento de emprego e trabalho e de formação escolar, estamos à beira de uma revolução na quantidade de vagas que serão oferecidas em todos os mercados profissionais do planeta. Se é para termos uma referência de como nos portar daqui por diante, esta seria: esteja no fluxo das mudanças. Aceite o novo e siga”.

A chave da mudança
“Big Data é a chave para a nova Era. É o derradeiro final da Idade Média. Decreto efetivo ao começo da Idade Mídia. Do ponto de vista formal, Big Data refere-se a grandes volumes de dados e à consequente análise e interpretação dessas informações. Big Data demanda alto desempenho no trabalho. A capacidade analítica de cada profissional em sua área será muito exigida. Quem tiver as características pessoais de apego ou resistência às mudanças terá de ter (sic) muita clareza sobre sua aceitação em seu local de trabalho, porque, a partir do volume de informação disponível nessa nova Era, mudar planos de negócio e fazer ajustes necessários no transcorrer da rotina de trabalho será corrente”.

As 15 Profissões em alta no Brasil
Com mais de 645 milhões de usuários ativos, o LinkedIn mapeou as 15 profissões emergentes no Brasil para 2020. Na era digital, não é de se surpreender que profissões relacionadas à Tecnologia da Informação sejam o destaque das tendências – nove das 15 em ascensão estão ligadas à área. Com a presença massiva das empresas na internet e o uso dos canais virtuais como parte do plano de negócios, o gestor de mídias sociais aparece como o profissional com demanda mais aquecida no mercado: a procura por ele cresceu anualmente no Brasil em média 122% entre 2015 e 2019.

1 Gestor de mídias sociais
• Cinco conhecimentos primordiais: marketing digital; redes sociais; Adobe Photoshop; Adobe Illustrator; e marketing.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: publicidade e marketing; mídia online; e internet.

2 Engenheiro de cibersegurança
• Cinco conhecimentos primordiais: docker products; ansible; DevOps; Amazon web services, AWS; e kubernetes.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; software de computadores; serviços financeiros.

3 Representante de vendas
• Cinco conhecimentos primordiais: outbound marketing; inbound marketing; pré-venda; vendas internas; e prospecção.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: software de computadores; Tecnologia da Informação e serviços; e internet.

4 Especialista em sucesso do cliente
• Cinco conhecimentos primordiais: inbound marketing; auxiliar no sucesso do cliente; relações com o cliente; marketing digital; e experiência do cliente.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; software de computadores; e internet.

5 Cientista de dados
• Cinco conhecimentos primordiais: machine learning; ciência de dados; linguagem Python; linguagem R; e ciência de dados.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; bancos; e softwares de computadores.

6 Engenheiro de dados
• Cinco conhecimentos primordiais: Apache Spark; Apache Hadoop; grandes bancos de dados; Apache Hive; e a linguagem de programação Python.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; bancos; e serviços financeiros.

7 Especialista em Inteligência Artificial
• Cinco conhecimentos primordiais: machine learning; deep learning; linguagem de programação Python; ciência de dados; Inteligência Artificial (IA).
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; softwares de computadores; e instituições de ensino superior.

8 Desenvolvedor em JavaScript
• Cinco conhecimentos primordiais: React.js; Node.js; AngularJS; Git; e MongoDB.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; softwares de computadores; e internet.

9 Investidor Day Trader
• Cinco conhecimentos primordiais: bolsa de valores; technical analysis; investimentos; mercado de capitais; e o investimento de curto prazo trading.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: serviços financeiros; mercado de capitais; e gestoras de fundos de investimentos.

10 Motorista
• Cinco conhecimentos primordiais: serviço ao cliente; Microsoft Word; liderança; Microsoft Excel; e vendas.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: internet; transportes terrestres e ferroviários; e serviços e facilidades ao cliente.

11 Consultor de investimentos
• Cinco conhecimentos primordiais: investimentos; mercado de capitais; mercado financeiro; renda fixa; e análise financeira.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: serviços financeiros; mercado de capitais; e bancos.

12 Assistente de mídias sociais
• Cinco conhecimentos primordiais: redes sociais; marketing digital; Adobe Photoshop; Instagram; e publicidade.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: publicidade e marketing; internet; Tecnologia da Informação e serviços.

13 Desenvolvedor de plataforma Salesforce
• Cinco conhecimentos primordiais: desenvolvimento de Salesforce.com; linguagem de programação Apex; recursos do Salesforce.com; administração de Salesforce. com; e Visualforce.
• Três segmentos que mais buscam a profissão:  softwares de computadores; Tecnologia da Informação e serviços; e consultoria em gestão.

14 Recrutador especialista em Tecnologia da Informação
• Cinco conhecimentos primordiais: recrutamento em TI; recrutamento; entrevista; pesquisa de executivos; e técnicas de recrutamento.
• Três segmentos que mais buscam a profissão:  Tecnologia da Informação e serviços; recrutamento e seleção; e recursos humanos.
15 Coach de metodologia Agile
• Cinco conhecimentos primordiais: Kanban; metodologia Agile; Scrum; gestão de projetos em Agile; e agilidade para os negócios.
• Três segmentos que mais buscam a profissão: Tecnologia da Informação e serviços; softwares de computadores; e internet.


UNIP Alphaville lança sete novos cursos

Ciência de Dados; Análise de Dados; Empreendedorismo e Startups; Formação para Youtuber; Gestão de Cooperativas; Gestão de Serviços Jurídicos, Notariais e de Registro e Negócios Imobiliários são os novos cursos de uma das instituições de ensino mais tradicionais da região. “Com a finalidade de se adequar à velocidade das mudanças no mundo contemporâneo, e de se adaptar às novas necessidades de conhecimentos e habilidades, a UNIP Alphaville oferece esses novos cursos, presenciais e de curta duração, com foco na atualização profissional e no mercado de trabalho em constante transformação”, revela Jessica Brihy, diretora de marketing do Grupo UNIP-Objetivo.

“O PROFISSIONAL DO FUTURO VAI TER QUE APRENDER PARA SEMPRE”
“Não é novidade para ninguém que a tecnologia está mudando e nos levando para um futuro ainda desconhecido. Nos próximos anos, a Inteligência Artificial vai excluir centenas de milhares de pessoas do mercado de trabalho. E esse é um problema em escala global, que vai afetar a economia de todos os países. E, se por um lado existe um movimento para esse assunto, me assusta ver que a maioria das pessoas não faz ideia sequer do tamanho dessa ruptura tecnológica que está para acontecer. E não estou falando de algo que vai chegar daqui a 200 anos. É uma mudança que já começou e vai se intensificar demais nas próximas duas décadas. A substituição de empregos por robôs e softwares tem sido tema de diversos estudos, e um deles, da universidade de Oxford, aponta para o fato de que, aproximadamente, 47% dos empregos tendem a desaparecer nos próximos 20 anos. É claro que, diante dessa nova economia, muitos novos empregos irão surgir. Se analisarmos a trajetória da Revolução Industrial, quando os humanos foram substituídos por máquinas, isso geralmente aconteceu em trabalhos de baixa qualificação. Há estudos que garantem: 65% dos jovens que estão no ensino médio hoje irão trabalhar em um emprego que ainda não existe. Pesquisas também asseguram que os profissionais do futuro terão, aproximadamente, até cinco carreiras ao longo da vida”, Michelle Schneider, executiva de negócios do Google, durante a palestra O Profissional do Futuro, ministrada no TEDx Talks, em São Paulo.

O Profissional do Futuro , ministrada no TEDx Talks, em São Paulo

 

 

 

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )