Polvo ao molho de laranja


Com carne rica e saborosa, tentáculos de polvo se destacam como ingrediente altamente apreciado. Seu uso impressiona em qualquer receita, mas pode surpreender ainda mais com um toque da culinária thai.

Ingredientes
• 1 coração de palmito
• 1 colher (sopa) de azeite
• 1 colher (chá) de chimichurri
• 1 ramo de tomilho
• 1 ramo de alecrim
• 50 ml de água
• 100 ml de vinho
• 4 tentáculos de polvo
• 4 dentes de alho
• ½ colher (sopa) de manteiga
• 1 colher (sopa) de mel
• 1 colher (sopa) de molho shoyu
• Suco de 3 laranjas
• 1 colher (chá) de hondashi em pó
• Sal, pimenta e tomilho a gosto
• Brotos para decorar

Modo de preparo Coloque o palmito em uma assadeira forrada com papel alumínio. Regue com azeite e polvilhe chimi-churri. Acrescente pimenta, tomilho e alecrim. Em seguida, enrole o palmito no papel alumínio. Leve ao forno a 180 graus e asse por 40 minutos. Na panela de pressão, coloque a água e o vinho. Junte os tentáculos do polvo, alho, alecrim e sal a gosto e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos. Retire os tentáculos e os dentes de alho da panela e reserve. Em um bowl, coloque a manteiga, o mel e misture bem. Adicione o shoyu e mexa bem. Pincele os tentáculos do polvo e o alho com essa mistura e reserve. Na panela, coloque o suco de laranja e o hondashi, cozinhe e reserve. Em uma frigideira, coloque os dentes de alho e o polvo reservados. Deixe fritar e, em seguida, acrescente os tomates-cereja. Para servir, coloque o molho de laranja no fundo do prato e o palmito e os tentáculos sobre o molho. Decore com os tomates-cereja, o alho, brotos e tomilho a gosto.

Exercícios tornam os músculos 30 anos mais jovens
Uma pesquisa da Universidade Ball State, Estados Unidos, revelou que quem malha por décadas tem músculos equivalentes aos das pessoas de 25 anos de idade. Foram analisadas 28 pessoas, incluindo sete mulheres, fisicamente ativas nas últimas cinco décadas e nunca pararam. Para comparação, também foram recrutados mais dois grupos: pessoas da mesma idade, mas que não se exercitaram durante a idade adulta e jovens ativos, com idade média de 20 anos. No laboratório, todos foram testados em suas capacidades aeróbicas e também foram recolhidas amostras de tecido, medidos o número de vasos capilares e os níveis de certas enzimas nos músculos. Como resultado, uma surpresa. Ao invés de uma notável diferença, os músculos dos praticantes de esportes mais velhos se assemelhavam aos dos jovens. Eles revelaram ter iguais níveis de capilaridade e enzimas. E muito mais (40%) do que nos músculos dos idosos sedentários. Em linhas gerais, calculou-se que o grupo idoso e ativo tinha a saúde cardiovascular de pessoas 30 anos mais jovens do que elas.

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )