É essencial aprender a usar a dor para se reconstruir

Os capítulos mais importantes da sua história são escritos nos momentos mais difíceis da sua vida

A maioria das pessoas usa a dor para se punir, se diminuir, se isolar. O ideal, entretanto, é usá-la como lâmina para se lapidar, como mestra para ensinar a procurar o mais importante de todos os endereços: o seu próprio. Um endereço que poucos encontram.

Você já achou o seu endereço? O que faz com sua dor– a crise financeira, a rejeição, o pânico, o humor depressivo? Você a usa para se tornar mais forte ou é controlado, judiado, asfixiado por ela?

Mas como fazer isso? Desenvolvi uma série de técnicas para o desenvolvimento das habilidades pessoais e profissionais, do raciocínio complexo, da gestão da emoção para promover a saúde emocional.

Aqui vão algumas:
1. Renunciar a ser perfeito.
2. Ter autoconsciência: perguntar continuamente sobre o próprio conflito.
3. Fazer um automapeamento: mapear os próprios fantasmas mentais.
4. Estabelecer metas claras: saber onde está e aonde quer chegar.
5. Ter foco e disciplina.
6. Saber e entender que todas as escolhas resultam em algumas perdas.

É fundamental se perguntar diariamente: Como penso? Por que penso? Qual é a natureza de meus pensamentos? Que vínculo têm os pensamentos com as emoções? Por que sou escravo do sofrimento antecipatório? O que preciso fazer ou mudar para me tornar livre no território da emoção? Tirar alguns momentos do dia para estar consigo mesmo pode ajudar. Nada é tão importante para a criatividade quanto a solidão; quem tem medo da solidão não consegue se interiorizar, se questionar, libertar seu imaginário e construir ideias próprias – é um mero repetidor de dados.

Você tem medo da solidão? Consegue ficar sozinho, desligado do smartphone e das redes sociais? O tédio o perturba? O risco de ser uma máquina de trabalhar, de realizar atividades, de resolver problemas, de usar a internet desmedidamente é grande nesta sociedade urgente e ansiosa.

Você não imagina o que está perdendo por não entrar em camadas mais profundas de sua mente.
Você pode ter defeitos, se irritar com tolices, ser agitado, sofrer pelo futuro, mas sua biografia é única.

Você pode ser descartado como profissional se não desenvolver habilidades socioemocionais como proatividade, ousadia, flexibilidade; como ser humano, entretanto, você é insubstituível.

Jamais deveríamos nos colocar no rodapé da história social nem no de nossa própria história. Investir em nossa saúde emocional é vital.

Por isso, apresento a você os diversos cursos de gestão da emoção que produzi e estão disponíveis online. Acesse www.estounocontrole.com.br, cadastre-se e aprenda técnicas de gestão da emoção.

DICA DO MÊS
Nesse livro, eu ofereço aos leitores ferramentas contra algumas das piores epidemias da atualidade: a ansiedade, a solidão, a depressão e o estresse, males que acometem cada vez mais jovens. Um guia para ajudar nossos filhos e alunos a enfrentar com resiliência e criatividade os desafios da vida, ministrar e proteger a emoção, trabalhar os papéis da memória e formar mentes brilhantes.

Título: Inteligência Socioemocional
Autor: Augusto Cury
Editora: Sextante
Preço: R$ 34,90

*Preços pesquisados em setembro de 2019

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )