A alimentação e o sono do seu filho

Desde o nascimento do bebê, a alimentação é uma preocupação constante; afinal, o que ele come tem um grande impacto na sua saúde e desenvolvimento. Entretanto, poucas pessoas pensam que a escolha do cardápio bem como o horário das refeições podem, sim, afetar a qualidade tanto das sonecas quanto do sono noturno do seu filho.

Tudo o que é ingerido fornece energia para a criança. Alguns alimentos já conhecidos deixam os pequenos muito estimulados. Por exemplo, a cafeína e o açúcar, “famosos” por causarem dificuldade ao sono, se ainda não são, devem ser evitados próximo à hora de dormir.

Por outro lado, existem alimentos que ajudam muito no sono, ocasionando a sonolência e o relaxamento da criança. São principalmente aqueles que contêm triptofano, aminoácido que o corpo usa para sintetizar a proteína, por exemplo. Esse aminoácido também produz serotonina, neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar e relaxamento.

Apesar de ser poderoso para aumentar a sonolência, o triptofano sozinho não faz “milagre” no sono do seu filho. Para aumentar sua potência, ele deve ser ingerido aliado a carboidratos saudáveis. Isso acontece porque a ingestão desses carboidratos libera insulina, que ajuda a causar a sonolência.
• leite materno
• espinafre
• ovo
• semente de gergelim
• peixe
• frango
• lentilha
• grão-de-bico
• banana
• cereja

Veja a lista com alguns alimentos ricos em triptofano:
A hora de comer também tem grande impacto na qualidade do sono da criança. Alguns conselhos para ajudar na programação das refeições a fim de melhorar o sono:
– evite refeições pesadas uma hora antes de dormir;
– o jantar deve ser servido pelo menos 90 minutos antes da hora de o bebê dormir e, durante o dia, os lanches devem ser oferecidos 30 minutos antes das sonecas do dia; essa recomendação também se aplica a lanches que eventualmente as crianças comem antes de dormir.

Lembre-se que alimentação pode afetar o sono, mas esse é apenas um dos fatores. Muitas vezes o problema está nos hábitos que a família tem para dormir e, no caso, é necessário atentar a todos os aspectos que envolvem esse momento. É muito importante pensar em uma educação de sono que envolva uma rotina e leve em consideração outros fatores, como comportamento e perfil de cada família.

Por: Thalita Cardoso – CRN: 3 55355 Graduada em Nutrição pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Pós-graduanda em Nutrição Maternoinfantil na Prática Clínica e Ortomolecular pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Estudo na Área da Saúde (Fapes)

Al. Grajaú 98, sl. 1007. Edifício Pravda. Alphaville | Tel.: (11) 99797-3081 | nutri.thalitacardoso | e-mail: nutri.thalitacardoso@gmail.com

Fotos: Tárik Santiago, Pexels e Dominika Roseclay / Pexels

Comentários

WORDPRESS: 0
Já está indo embora :´(
Assine nossa newsletter antes, e receba as noticias de Alphaville e região ; )